Publicidade

  • Tudo que hoje possa ser simples, para os primeiros colonizadores era muito difícil.
  • Tudo que hoje possa ser simples, para os primeiros colonizadores era muito difícil.

Tudo que hoje possa ser simples, para os primeiros colonizadores era muito difícil.

O simples fato de conseguir água, de ter onde armazenar comida, ou até mesmo fazer o fogo, eram dificuldades que precisam enfrentar.

A água ainda podia ser o menor dos problemas, com tantos rios e água potável. Mas ainda sem poços, em épocas de chuvas a água consumida era barrenta. Já para o fogo, os fósforos eram escassos, e para conseguirem o fogo muitas vezes precisavam emprestar brasas para fazer o fogo. Tentavam manter o fogo durante o dia todo a fim de economizarem os fósforos. Vale ressaltar que esta não era uma realidade de todos, mas da grande maioria.

Outra grande dificuldade era para armazenar alguns tipos de alimentos, como por exemplo, a carne. Sem energia elétrica, não tinham geladeiras ou algo do gênero. Precisavam defumar a carne, ou seca-la ao sol para que não estragasse com o tempo. Outro método era pré-fritar e deixar mergulhado dentro da banha.

Pode parecer simples o fato de conviverem com estas dificuldades, mas sem duvida alguma foram dias difíceis.

O tempo passava e a família crescia. As crianças eram introduzidas desde muito cedo na lavoura. Tinham suas responsabilidades e seus afazeres. Era necessária a colaboração de todos para a sobrevivência da família. Quando doentes recorriam a plantas e ervas.

O conhecimento era o diferencial que determinava o sucesso do trabalho de cada um.

Por: Valerio Paholski – Escritor – e-mail: valeriopaholski@outlook.com

0 0 689 01 dezembro, 2017 Colunistas dezembro 1, 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *