Publicidade

O PULSAR DA HISTÓRIA!!!

O PULSAR DA HISTÓRIA!!!

CABRAL E A DESCOBERTA DO BRASIL.

Apesar de Pedro Álvares Cabral, ter anunciado formalmente ao mundo o descobrimento do Brasil em 22 de abril de 1500, como mérito e posse de Portugal, atualmente a história já aceita que o primeiro europeu a visitar o Brasil tenha sido o navegador espanhol Vicente Yañez Pinzón. O fato se deu em janeiro do mesmo ano, praticamente três meses antes de Cabral.

Muitos autores e estudiosos, entre eles Humboldt e Francisco Adolfo de Varnhagen, atribuem aos espanhóis a descoberta do Brasil. O historiador cearense Capistrano de Abreu afirma: “Foram os espanhóis que o descobriram, porque Cabral viu terra mais de meado abril; Pinzón viu-a em janeiro e Lepe (outro espanhol, primo de Pinzón), quando Cabral ainda nem percebera sinais de terra, já dobrara o cabo de Santo Agostinho…”

O escritor Rodolfo Espínola também defende a antecedência dos espanhóis em relação a Cabral, comentando: “Vicente Pinzón, ao passar pelo litoral cearense, em janeiro de 1500, como o primeiro europeu a pisar em terras do Brasil…”

De acordo com o historiador Max Justo Guedes, o navegador Pinzón, considerado o descobridor do Rio Amazonas, tocou o Brasil no Ceará, na ponta de Mucuripe, cerca de dez km ao sul de Fortaleza, um pouco ao norte do Cabo Santo Agostinho.

Um mês depois de Pinzón, no início de fevereiro de 1500, chegou seu primo Diego de Lepe, outro navegador espanhol. Foi o segundo europeu a pisar no Brasil, provavelmente no cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, ou talvez no Cabo São Roque, ao norte da atual cidade de Natal, no Rio Grande do Norte.

Por algum tempo, alguns historiadores acreditaram que o espanhol Alonso Hojeda estivera no Brasil ainda antes de Pinzón. Porém, atualmente esta tese já não é mais aceita. Desta forma, muitos historiadores atuais, talvez a maioria, reconhecem a Cabral, que chegou comandando a maior frota portuguesa até então, como o terceiro europeu a subir no pódio da corrida para a descoberta do Brasil, precedido pelos espanhóis Vicente Pinzón e Diego de Lepe.

Fonte:  Livro “1516: 500 anos da chegada dos espanhóis a Santa Catarina – Expedições espanholas pelo litoral catarinense entre 1500 e 1600”

Por: ROBERTO LOURENÇO

O engenheiro, escritor e historiador Roberto Lourenço, que mora em Jaraguá do Sul há mais de 30 anos, autor do livro “1516: 500 anos da chegada dos espanhóis a Santa Catarina”, estará estreiando uma nova coluna aqui no Jornal de Corupá.

Seu recente livro “1516”,  contemplado com o Prêmio Catarinense de Literatura, será uma das fontes utilizadas para a publicação  da coluna semanal intitulada “O Pulsar da História”

Muitos fatos acontecidos em nossa região e em nosso estado, ainda  pouco divulgados, serão lembrados e revividos nesta coluna.  As remotas visitas de aventureiros europeus à estas paragens, a passagem do português Aleixo Garcia e do governador espanhol Cabeça de Vaca, pela cidade de Corupá, quando se dirigiam a pé ou a cavalo ao Paraguai, pelo caminho do Peabiru, ainda nas primeiras décadas de 1500, são exemplos de assuntos que serão explanados nesta coluna.

0 0 358 12 janeiro, 2018 Colunistas janeiro 12, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.