Publicidade

Na contramão da região, Corupá ainda terá sinal de TV analógica

Na contramão da região, Corupá ainda terá sinal de TV analógica

Grupo NSC, afiliada a Rede Globo, manterá em funcionamento a repetidora no Morro do Boi, mas no sinal analógico

Na próxima quarta-feira, dia 05, será desligado o sinal analógico de televisão da microrregião: Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba e Schroeder. Somente em Corupá o sinal analógico será mantido pelo Grupo NSC, afiliada a Rede Globo, [única emissora com repetidora no município].

A atual repetidora, [recebe sinal da torre de Jaraguá do Sul], que está localizada no Morro do Boi será mantida no município, conforme nota enviada pelo Grupo NSC ao Jornal de Corupá. O Grupo garante que manterá em funcionamento e já estuda a possibilidade e instalar no local uma repetidora que suporta o sinal digital, assim aumentando a sua abrangência.

A nota ainda descreve que um equipamento foi instalado na torre em Jaraguá do Sul, convertendo o sinal digital para analógico a qual envia para a repetidora de Corupá, e assim pretendem manter por um período, até que seja feito as mudanças.

No site da ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações, “sejadigital.com.br”, informa que o sinal antigo será descontinuado em Corupá no dia 31 de dezembro, a empresa esclarece que não confere essa informação e garante que manterá a repetidora em funcionamento.

Entramos em contato com a Prefeitura de Corupá, que é proprietária do terreno onde está localizada a repetidora do Grupo NSC, no Morro do Boi, mas não conseguimos contato com responsável.

TV Digital em Corupá

Conversamos com um antenista em Corupá, Mauricio de Siqueira, e ele explicou que nas áreas centrais do município o sinal digital da TV, vindo de Jaraguá do Sul, já é captado por equipamentos novos e que tenham as antenas corretas para captar esse sinal.

“O centro de Corupá e os bairros mais próximos a Jaraguá, como a João Tozini o Itapocu e até mesmo algumas casas do Seminários as TVs com as antenas digitais conseguem captar o sinal, mas são poucas e em determinados locais, na maioria não conseguem. O relevo da nossa cidade, com muitos morros e montanhas dificulta a passagem do sinal terrestre”, explica.

Parabólica

Uma das grandes dúvidas da população é a parabólica, já que em nosso município ainda tem muito do equipamento, a qual continuará funcionando normalmente, segundo Siqueira, um alívio para muitos.

“A parabólica recebe o sinal direto do satélite, diferente do que está acontecendo a mudança de agora para a TV Digital que é o sinal terrestre. A parabólica nem tem prazo para mudar ou para transformar ela em digital, isso deverá de acontecer, mas não será tão imediato assim. E quem tem pode ficar tranquilo pois vai poder assistir normalmente”, comenta.

Alternativa

O antenista comentou que uma das alternativas encontradas pelas famílias está sendo a aquisição do equipamento das empresas de TVs por assinaturas, em que oferecem os canais abertos como: Globo, SBT, Record, Band entre outro, mas com programação regional, [caso tenha na região], e ainda podendo optar também por fazer ou não assinatura de outros canais.

“Esse equipamento das TVs por assinatura é uma ótima opção para quem quer qualidade de som e imagem e ainda ter os conteúdos regionais nos casos dos canais abertos como o caso da Globo que no estado é a NSC. Neste caso o cliente compra o equipamento como fosse uma parabólica normal, sem mensalidade, mas caso ele queira contratar mais canais, dai ele mesmo acerta com a operadora depois. E ainda tem aqueles que prefiram a antiga parabólica, mas essa não tem o conteúdo regional, é a programação normal das emissoras”, explica Siqueira.