Publicidade

BOCA LIVRE – 08/02/2019

BOCA LIVRE – 08/02/2019

Onde está Wally ?

Foi só colocar esta pergunta na edição anterior que o mistério se resolveu. Wally está mantendo silêncio sepulcral por estar fora de Corupá. Segundo informantes da coluna ele foi visto em São Paulo negociando trazer para a nossa cidade um pedaço, e que pedaço, (se é que me entendem) do carnaval de rua. Ainda segundo este informante ele tem se dedicado muito no empreendimento.

Vem novo partido por aí

A colcha de retalhos de partidos atualmente na prefeitura é tão estranha que é possível afirmar que não existe oposição. É tanta sigla junta sendo abrigada no ninho e dando pitaco que um novo partido deve ser formado e já tem até sugestão de sigla “PQP”. A coisa tá tão estranha que na semana passada perguntei a um destes novos “embarcantes” neste navio à deriva se ele era filiado a algum partido, e ele só respondeu após pensar um pouco rebuscando alguma coisa na memória.

Celular é apenas ostentação

Ao menos para boa parte da população que possui o aparelho, mas só usa para acessar Facebook, Instagram, Tinder e outras coisinhas assim. A coisa tá tão complicada que uma empresa está ficando milionária oferecendo um curso para ensinar a estes usuários outras funções importantes e disponíveis nos aparelhos. Dentre as funções ensinadas estão as de atender ligações telefônicas (sim, o celular serve principalmente para isso), e a troca INSTANTÂNEA de mensagens via WhatsApp.

Escola sem partido

Já cansou essa discussão que nesta semana teve mais um capítulo. Um professor se sentiu ofendido com seus alunos que saíram da sala de aula após uma tentativa de discussão, por ele estar usando uma camiseta com os dizeres “Lula livre”. Nestas horas eu sinto saudade da Dona Gertrudes que usando a cartilha Caminho Suave me ensinou “apenas” a ler e escrever, deixando o resto para meus pais.

Ainda sobre a escola

É notória a necessidade de se rever a educação como um todo pois a atual posição que ocupamos nos indicadores internacionais apontam que algo está errado. E não é por falta de material humano de qualidade. Temos excelentes professores e alunos, inclusive se sobressaindo no cenário mundial.

O que houve com a Celesc ?

Não fiquem bravos comigo pelo que vou dizer. Se a Celesc errou na conta de luz, o problema foi pontual. Me dei ao trabalho e planilhei as minhas contas de luz desde novembro/2017 até a de janeiro/2019, (sim, eu guardo as minhas contas ano-a-ano), o resultado? Meu valor e consumo foram menores nesta última fatura, apesar de haver saltado em relação a dezembro/2018. Meu consumo em novembro/2017 foi de 67kwa, em dezembro/2018 foi de 30kwa, saltando para 48kwa em janeiro deste ano.

Amin, sempre Amin

“Dizer que estou ajudando o Renan ou, se não retiro para o Davi estou indo contra o desejo da sociedade, isso é reducionismo burro, covarde”. Esta foi a justificativa do senador catarinense Esperidião Amin(PP), quando questionado sobre o motivo em não retirar sua candidatura à presidência do senado federal. Ele deve rezar na mesma cartilha do deputado federal Rodrigo Maia(DEM-RJ) que disse “Nós não podemos aceitar que a Câmara dos Deputados se transforme num cartório carimbador de opiniões de parte da sociedade, que são democráticas, que são respeitadas, mas que a Câmara de Deputados tem toda a legitimidade para ratificar, para modificar ou até para rejeitar. Nós aqui não somos obrigados a aprovar tudo que chega a este Plenário”. E alguns eleitores continuam a ignorar estas perolas quando votam.

A coisa nunca está tão ruim que não possa piorar

Este adágio popular nunca esteve tão atual quando agora. Um dos muitos passarinhos que visitam a nossa redação nos contou que, por força de uma parceria/contrato firmado recentemente para que a produção de grãos do Paraná escoe de trem até o porto de São Francisco, o povo deve ficar preparado para o aumento da quantidade de composições e do número de vagões que atravessam a nossa região. Haja alpiste para cuidar das aves amigas.

Nunca é demais reclamar

Diz a lenda que numa linda cidade, de algum lugar deste mundão de Deus, algumas crianças enfrentavam sol e chuva para irem a pé até as escolas. E nesta situação viveram felizes por muito tempo, até que num dia um empresário da cidade comprou um ônibus e doou para que as crianças não precisassem mais passar por este sofrimento. Sabe o que aconteceu? Naquela época, apenas gratidão. Nos tempos atuais ? O povo sairia criticando que o ônibus não possui ar condicionado e alguns chegando inclusive a acusar o empresário de interesseiro, ou coisas piores.

Sai da frente, pô

Num daqueles dias em que os termômetros marcavam 90º na sombra (era isso que eu sentia), estava comendo um sorvete ali na rua Jaraguá quando vi uma ambulância dos bombeiros passando e acionando a sirene indicando que estava em deslocamento para um atendimento grave. Pois insistentemente na frente da ambulância um veículo andava devagar e não se deixava ser ultrapassado. Apesar de ensinado pelas autoescolas(ao menos deveria ser), nunca é demais repetir: quando um veículo se aproximar de você dando sinal de luz ou acionando a sirene SAIA DA FRENTE, reduza a velocidade e dê lado, suba na calçada, avance a faixa de pedestre ou faça qualquer coisa possível para abrir caminho, e SAIR DA FRENTE.

Ah! Se arrependimento matasse

Alguns passarinhos, sobreviventes de tiros e estilingadas, nos contou que um político de nossa região anda muito arrependido de ter se candidatado e se elegido. Estas aves disseram que ouviram este político choramingando na frente do espelho e dizendo “tô cansado, magoado e arrependido, dá vontade de renunciar”.