Publicidade

Casal atropelado em Jaraguá do Sul estava indo ao mercado, segundo a família

Casal atropelado em Jaraguá do Sul estava indo ao mercado, segundo a família

Atropelados na rua Leodato José Garcia, no bairro Ribeirão Cavalo, na noite de sábado (16), Nayara Greiciele Friedrich, 18 anos, e Kelitom Baier, 19 anos, estavam indo ao mercado a pé quando foram atingidos por um carro. A informação foi passada por Kelitom à irmã de Nayara, Fernanda Carolina, neste fim de semana no hospital.

A família da jovem de Corupá ficou sabendo do acidente na mesma noite do atropelamento. Segundo Fernanda, o motorista do carro, conhecido como Roque, estaria embriagado. “Ele fugiu do acidente e deixou o passageiro Geovane, que desceu do carro para ver em que tinham batido. Com a ajuda do passageiro do carro, conseguimos identificar o veículo e o motorista”, conta.

O automóvel envolvido no atropelamento era um Gol azul, placa CKD-85** do estado do Paraná. Conforme a família de Nayara, o motorista não foi preso. “O Cristiano está  foragido”, afirma Fernanda.

Jovens foram atropelados na rua Leodato José Garcia, no bairro Ribeirão Cavalo | Fabio Junkes/OCP News

Casal de namorados continua internado

A jovem Nayara é moradora do bairro Ano Bom, em Corupá. Ela foi conduzida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em estado grave ao hospital e se encontra na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no hospital em Jaraguá do Sul.

Já o jovem Kelitom, morador do Ribeirão Cavalo, foi atendido com várias escoriações pelo corpo e conduzido pelos bombeiros ao hospital em estado potencialmente estável. Até o fim desta tarde, ele estava internado em um quarto no setor de internação.

Rua Leodato José Garcia foi asfaltada recentemente e já registrou ao menos dois acidentes gravíssimos | Fabio Junkes/OCP News

Rua foi asfaltada em 2018

A moradora do bairro Paula Lopes diz que infelizmente acidentes graves estão ocorrendo nas imediações da rua Leodato José Garcia. “Uma rua recém-asfaltada, larga e num bairro onde a polícia passa a cada quinze dias”, comenta. Ela observa que muitos motoristas passam em alta velocidade na via e lamenta não ter uma lombada para diminuir os casos de imprudência.

Recentemente, no dia 10 de dezembro de 2018, o ciclista João Alexandrino Pereira, de 83 anos, morreu após ser um gravíssimo acidente na mesma localidade. Ele estava descendo a rua Leodato José Garcia de bicicleta, bateu em um ônibus escolar que trafegava na rua Francisco Greter e foi arrastado pelo veículo. O idoso chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Idoso de 83 anos morreu há cerca de um mês na rua Leodato José Garcia | Foto Fábio Junkes/Arquivo OCP

Por Gabriel Junior