Publicidade

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA BRIGA COM A POUCA VERBA, MAS PROJETA UM ANO DE CRESCIMENTO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA BRIGA COM A POUCA VERBA, MAS PROJETA UM ANO DE CRESCIMENTO

Nesta semana foi a vez da secretária de educação e cultura, Rosane Berti, apresentar suas projeções para este ano.

Inicialmente Rosane falou sobre o orçamento próximo aos R$ 2milhões, (sem considerar as despesas e os encargos com o pagamento de pessoal), que é destinado a suprir as necessidades de uma comunidade escolar estimada em dois mil e seiscentos alunos matriculados na rede municipal de ensino.

 Rosane esclarece que uma série de medidas estão sendo tomadas para atender a demanda de sua pasta que registra um aumento na procura de crianças a partir dos três anos, além de possuir um número significativo de alunos que por motivos diversos estão em séries incompatíveis com sua faixa etária. A secretária mencionou também o chamamento que está sendo feito para completar o quadro de professores e cuja defasagem hoje envolve dois ou três profissionais, dentre os quais o de língua inglesa.

Sem contar com espaço ocioso nas escolas da rede municipal, a alternativa encontrada é a busca por estes espaços no Teresa Ramos, e negociações neste sentido já estão sendo mantidas com o governo estadual, através da Gerência Regional.

Libras, Psicólogo e Positivo

Ciente da necessidade, a secretária está buscando dentre o quadro de pessoal da pasta os profissionais que possuem habilitação na linguagem de sinais e adianta que não pretende centralizar em uma única escola as crianças com esta necessidade, passando a oferecer em todas as unidades onde se fizer necessário.

Adiantando a resposta a uma indicação apresentada na sessão da Câmara de Vereadores sobre a contratação e alocação de psicólogos nas escolas, Rosane explicou que a sua pasta já possui um profissional com esta formação, além de contar com o apoio da secretaria municipal de saúde.

Neste ano o Sistema Aprende Brasil, contratado junto à rede Positivo será ampliado, passando a atender os alunos do pré-escolar ao 4º ano, cumprindo a implantação anual gradativa.

Ações, aquisições e investimentos

Além dos processos ainda em andamento, como a construção de novas salas de aula no CEI Gertrudes Streffen e a aquisição/implantação dos baús literários em que ainda faltam duas unidades, este ano outros processos terão andamento, como a instalação dos novos computadores já adquiridos para uso nas salas de informática das escolas; a construção de novas salas de aula no CEI Franz Dorn, aquisição de aparelhos de TV, e de ar-condicionado, dentre outros, além do que promete ser o de grande economia para o município, que é a aquisição e instalação do sistema fotovoltaico (energia solar) nas escolas, com capacidade média de 20mil kwh/mês..

Transporte escolar e Creche 24h

Para este ano letivo a secretaria contará com o apoio da Hansatur para suprir necessidades de algumas linhas específicas, ficando responsável pelo transporte escolar dos alunos do Itapocú, Henrique Fuck, Ano Bom, Izabel e Bomplandt em conjunto com o transporte municipal, que segue responsável pelos alunos das demais localidades.

Sobre a creche vinte e quatro horas ou no terceiro turno, Rosane explica que a secretaria não tem recebido consulta ou solicitação sobre esta eventual necessidade.

Cultura

Desde o último dia dois sob a responsabilidade de Lucas Zeininger, o setor ainda está em fase de estruturação e por enquanto apresenta apenas um calendário de atividades, elaborado a partir das programações das sociedades e entidades de nossa cidade. Além disso estão sendo definidos os festejos pelo aniversário de Corupá e outros eventos de responsabilidade do município, criando um calendário que efetivamente seja cumprido, evitando a sobreposição de eventos na mesma data. Outro ponto previsto é a criação de uma associação que reúna as sociedades de Corupá, facilitando busca de recursos e centralizando negociações.

Educação Ambiental

Um dos projetos ambiciosos da secretaria é a reativação da Educação Ambiental que, sob a responsabilidade da educadora ambiental Francieli Bronstrup e contando com a parceria de diversos organismos e empresas, pretende desenvolver projetos como Relação do Homem com a Natureza, Comemorando com a Natureza, e Recolhimento de Material Escolar para Reciclagem, entre outros.

A execução destes projetos deve acontecer no decorrer deste ano e envolverá alunos da rede municipal de ensino.