Publicidade

Oficina discute criação do Plano Municipal de Conservação da Mata Atlântica

Oficina discute criação do Plano Municipal de Conservação da Mata Atlântica

Representantes do poder público e da comunidade, participaram na noite de terça-feira (12), da oficina para criação do Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA). O evento aconteceu na Câmara de Vereadores de Corupá e foi realizado em parceria entre a Prefeitura de Corupá e a Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali).

A participação da comunidade no planejamento e na gestão ambiental continua sendo de extrema importância no que diz respeito ao direcionamento municipal em prol de iniciativas socioambientais. Durante a oficina do Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, os participantes foram orientados sobre a influência da Mata na qualidade do ar, da água, da regulação do clima e na manutenção da biodiversidade. Da mesma forma, formam convidados a contribuir no mapeamento das áreas verdes do município. Também foi debatida a criação das possíveis unidades de conservação, como no Morro do Boi.

As ações necessárias à preservação e recuperação da Mata Atlântica, bem como seu grau de prioridade na realização também estiveram na pauta da oficina. Entre as propostas aprovadas estão a valorização dos mananciais, criação de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), o incentivo ao turismo ecológico na cidade, a melhoria das áreas verdes, a arborização urbana e a necessidade de programas permanentes de educação ambiental no município.

Mais sobre a Mata Atlântica 

Tendo em vista que a Mata Atlântica perdeu quase toda a sua cobertura original restam atualmente 12,5% no Brasil -, um dos pontos enfatizados foi a importância da criação de corredores ecológicos para interligar os fragmentos florestais de mata ou unidades de conservação isoladas pelo desmatamento e pela ação humana. Os corredores possibilitam o deslocamento dos animais garantindo assim a troca genética e a dispersão de espécies, contribuindo para a recolonização de áreas degradadas e garantindo a conservação da biodiversidade.

A Mata Atlântica é protegida por lei específica (Lei Federal n° 11.428/06), cujo artigo 38 dispõe sobre a criação do Plano Municipal de Conservação. Sendo assim é de interesse do município e de cada munícipe assumir sua responsabilidade na proteção deste importante bioma.
— 
Áurea J. Arendartchuk

Assessoria de Imprensa – Prefeitura de Corupá