Publicidade

Publicidade

Gato-mourisco é avistado em área de reflorestamento de Santa Catarina

Gato-mourisco é avistado em área de reflorestamento de Santa Catarina

Imagens do felino foram captadas por uma câmera armadilha em Santa Cecília, na região da Serra catarinense.

Um gato-mourisco foi flagrado passeando por uma área de reflorestamento localizada em Santa Cecília, na Serra catarinense. O registro foi feito no último domingo (3), na região da Fazenda Vila Operária, por uma câmera armadilha — equipamento utilizado para fotografar espécies com a menor interferência humana possível.

O Jaguarundi, nome oficial do gato-mourisco, estava em meio a uma floresta de pinus mantida por uma empresa de reflorestamento que faz o monitoramento das espécies animais e vegetais da região.

De acordo com o engenheiro florestal e diretor executivo da Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), Mauro Murara Jr., foi o primeiro registro dessa espécie no local. Ele explica que não é um felino comum de ser encontrado no estado.

“É um indicador ambiental. Onde encontramos felinos, de qualquer porte, indica que a área tem uma relação boa com a fauna local. Principalmente felinos, que se movimentam bastante”, diz. Segundo Murara Jr., a Polícia Militar Ambiental de Lages foi notificada da aparição da espécie.

Em 2018, um puma também foi flagrado passeando na mesma floresta. Pelo menos seis espécies de felinos diferentes já foram vistas nas áreas reflorestadas acompanhadas pela ACR, segundo Murara Jr. Entre Campo Alegre e Porto União, no Norte do Estado, e na Serra Catarinense, de Santa Cecília até Lages – na região mais próxima ao Rio Grande do Sul.

Apesar de serem muitos semelhantes, o jaguarundi é diferente do gato-do-mato, que é menor e tem pelagem semelhante a da onça, conforme explica o engenheiro florestal.

Fonte G1/SC

Foto: Associação Catarinense de Empresas Florestais/Divulgação