Publicidade

Publicidade

BOCA LIVRE – 20/11/2019

BOCA LIVRE – 20/11/2019

Melhor Senador

O senador Jorginho Melo, presidente estadual do Partido Liberal e líder do PL, foi escolhido o melhor senador do Brasil pelo Ranking dos Políticos. O parlamentar está em seu primeiro ano como Senador e quando Deputado, chegou a ser premiado como o segundo melhor do Brasil. “O Ranking dos Políticos é uma ferramenta da sociedade civil organizada que dá transparência para as ações do Estado. Eu sou de Santa Catarina e apaixonado pelo meu estado, nós políticos devemos ajudar no seu crescimento e não podemos atrapalhar. Eu defendo uma agenda eficiente”, ressalta Jorginho Mello.

Deputados Federais

Entre os Deputados de Santa Catarina, quatro estão entre os melhores, sendo dois do PSL- Caroline de Toni e Coronel Armando, um do Novo – Gilson Marques e um do PSB – Rodrigo Coelho. O portal www.politicos.org.br classifica senadores e deputados do melhor para o pior de acordo com os seguintes critérios: presença nas sessões, economia da cota parlamentar e contra privilégios, ficha limpa e voto nas principais decisões do Congresso, como o aumento do Fundão Eleitoral. Jorginho Mello votou contra em 2017, não usou em 2018 e foi eleito, e em 2019 votou contra.

politicos.org.br 

Os parlamentares premiados pelo ranking dos políticos gastam 47% a menos que o restante do congresso na legislatura atual. O Ranking dos Políticos mostra que, em 2015, a Câmara dos deputados gastou pouco mais de R$ 178 milhões. Já em 2019 o valor ficou em R$ 141.647.050,94. Comparando os gastos de 2015 em relação ao mesmo período de 2019, houve uma redução de 21%, totalizando uma economia aos cofres públicos de R$ 36 milhões.

Cochilou

Dois projetos de lei encaminhados pelo governo estadual a Assembleia Legislativa trata da liberação de recursos para a Segurança Pública de Santa Catarina. Sua aprovação, contudo, terá que ser acelerada, até sexta-feira, dia 29, a toque de caixa, porque o Centro Administrativo dormiu no ponto, cochilou em relação aos prazos fixados pelo Governo Federal. Trata-se do projeto 396, que institui o Fundo Estadual de Segurança Pública, e o projeto de lei 397, que cria o Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social. A aprovação é considerada condição para que o governo receba 29 milhões de reais do Ministério da Justiça. Se tal não acontecer, Santa Catarina perderia os 29 milhões de reais.

Fora do Ninho

A mais de um interlocutor o ex-deputado federal Paulo Bauer confessou qual o projeto político: deverá cancelar filiação no PSDB e se inscrever no Aliança pelo Brasil, desde que o novo partido seja criado até março pelo Tribunal Superior Eleitoral.  Neste caso, Bauer pretende disputar a prefeitura de Joinville em 2020.

Primeiro emprego

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, mostram que do total dos 1.445 mil empregados pela primeira vez no ano passado, 791,3 mil (55%) foram contratados por micro e pequenas empresas; 647,2 mil (45%) encontraram vaga em grandes corporações e 7 mil estavam na administração pública. Na análise por segmento, o Comércio teve destaque entre os pequenos negócios, registrando o maior quantitativo de pessoas em seu primeiro emprego (305,6 mil), superando o das médias e grandes empresas (139,7 mil).

Primeiro emprego II

Previsto em medida provisória, o Emprego Verde Amarelo será a principal ação do governo para gerar empregos para jovens que nunca tiveram emprego formal. A expectativa é que a MP contribua para a abertura de 1,8 milhão de vagas em um prazo de três anos, pelos cálculos do governo. Para ser empregado na nova modalidade, o empregado deve ter como requisito ser o primeiro emprego com anotação na CTPS (não são considerados os vínculos anteriores como menor aprendiz, contrato de experiência, trabalho intermitente e avulso).

13º

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começaram a receber esta semana a segunda parcela do décimo terceiro salário. Os depósitos serão feitos até o próximo dia 6, conforme calendário de pagamento de benefícios. A segunda parte do décimo terceiro será paga junto com o benefício mensal de novembro. Em setembro, os aposentados e pensionistas tinham recebido a primeira parcela de 50% do benefício. Para os trabalhadores da iniciativa privada, o pagamento da 1ª parcela deve ser feito até sexta-feira, dia 29.

Setor elétrico

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta segunda-feira (25), no Rio de Janeiro, que o setor elétrico brasileiro vai demandar investimentos de cerca de R$ 450 bilhões até 2029 em novas plantas de geração e transmissão de energia. Segundo ele, os investimentos são necessários, pois o crescimento estimado em geração energética é de 35% e, em transmissão, de 39%.

Economia

O mercado financeiro espera maior crescimento da economia neste ano e em 2020, segundo o Boletim Focus do Banco Central. A estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, subiu de 0,92% para 0,99% este ano. Para 2020, a projeção subiu de 2,17% para 2,20%. Já a expectativa para 2021/2022 permanece em 2,50%.

Saque do FGTS

A Caixa Econômica Federal inicia ontem (22) mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em junho e julho – sem conta no banco – poderão retirar o dinheiro. O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia brasileira até o fim do ano. Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

Natal na Cidade

Embora estejamos no fim de novembro, ainda vemos as luzes de Natal um pouco tímidas nas residências e principalmente nos comércios. Com certeza é o reflexo da economia brasileira que ainda não elevou os ânimos do nosso povo. Vamos aguardar se o Papai Noel terá um caminho mais iluminado em dezembro.

Natal na Praça II

A nossa Praça Central ficou muito bonita tanto no quesito iluminação quanto com o presépio de fibra de bananeira, realmente agradou os olhares corupaenses. Muitas palmas também para as apresentações dos alunos das escolas e da Jazz Band Elite.

Natal na Praça III

Tirando o brilho das apresentações e o brilho dos presentes. Faltou a organização da prefeitura em ter tido a cautela de pensar em fazer o evento no mesmo dia/horário da final da Copa Libertadores. Óbvio que em se tratando de Flamengo e sua imensa torcida o espaço do Centro da cidade seria palco de comemoração. E dois eventos distintos no mesmo lugar gerou uma pequena confusão. Com certeza os Comissionados/Organizadores da Prefeitura não pensaram nisso, ou torceram para os Argentinos.

Cadê ele???

Chamou a atenção a ausência do prefeito João nos eventos natalinos, por sinal um passarinho do prédio, disse que a ausência do prefeito é algo muito normal ultimamente desde que anunciou que não é mais candidato.

Cadê ele??? II

O prefeito João noticiou que será presidente da Amvali e do Consórcio Quiriri, associações essas que demandam tempo, ou seja, mais compromissos fora de Corupá. Não seria mais importante ficar na prefeitura para atender o povo e dar início a pavimentação das 40 ruas que prometeu???

Briga de Papai Noel

De acordo com um passarinho, houve uma reunião no gabinete onde a briga foi grande, o assunto era o Natal na Praça, mas deu discussão a ponto do próprio prefeito sair de seu gabinete e deixar a Secretaria Kelly terminar a reunião sem ele.

Briga de Papai Noel II

Em razão do Evento Natalino da Praça e outras linhas de pensamento, dizem que não é muito bom convidar para a mesma festinha de encerramento o Secretário de Infraestrutura Juliano Millnitz e o Secretário de Turismo e Esporte Adilson Oliveira. O passarinho comebtou que ambos estão em desacordo de opinião, bem que chamou a atenção a ausência do Adilson nas fotos da equipe que montou o presépio, ou será que isso não é Turismo?