Publicidade

BOCA LIVRE – 10/01/2020

BOCA LIVRE – 10/01/2020

2020

Inicio esta coluna desejando um Próspero Ano Novo para você que está lendo. Que este ano seja repleto de realizações e de novas conquistas. Nesse sentido apresento a nova logo do Jornal de Corupá que já estampa a capa desta semana. O intuito é ir fazendo alterações em toda a estrutura do JDC a partir deste 2020, logo será a vez do site que também passar por muitas mudanças juntamente com as redes sociais. Vamos ficar mais perto dos leitores e dos nossos parceiros!

Primeira governadora

Pela primeira vez, Santa Catarina tem uma que mulher assume o comando do governo do Estado. Daniela Reinehr assumiu o cargo na segunda-feira (6) e deve permanecer até o dia 20 no lugar do governador Carlos Moisés (PSL), agora licenciado. “É uma honra ter sido eleita a primeira vice-governadora e agora assumir como primeira governadora. Eu me inspiro em muitas mulheres que já fizeram história e represento muitas que, anonimamente, ajudaram a construir o Estado. A força da mulher é muito grande”, declarou Daniela.

Juros

A partir desta semana, os bancos poderão cobrar tarifa de novos clientes sobre o limite acima de R$ 500 do cheque especial. O senador Jorginho Mello (PL), já protocolou um Decreto Legislativo no Senado para suspender a cobrança e protocolou projeto de lei para proibir a cobrança. “A gente tem que trabalhar para diminuir a taxa de juros e a burocracia, não criar empecilhos”, ressalta Jorginho que é contra a criação de novas tarifas e aumento de juros.

Fundo eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro deve sancionar neste começo de ano o fundo eleitoral que vai destinar R$ 2 bilhões para os partidos realizarem as campanhas municipais. Bolsonaro chegou a afirmar em dezembro que poderia vetar a lei, mas logo depois voltou atrás, pois pela orientação do Planalto, isto implicaria em crime de responsabilidade, já que está previsto por lei o financiamento de campanhas eleitorais.

Fundo eleitoral II

A aprovação pelo Congresso, às pressas e no apagar das luzes no fim de 2019, deixou Bolsonaro apreensivo com a opinião pública. O valor previsto, no entanto, é uma proposta do próprio governo. Criado em 2017, por conta da proibição de empresas fazerem doações para campanhas políticas, o fundo prevê o uso de dinheiro público para esse fim. Inicialmente, o relator do orçamento no Congresso, deputado Domingos Neto (PSD-CE), chegou a defender um valor de R$ 3,8 bilhões, mas voltou atrás e manteve o valor original previsto na peça orçamentária.

Fundo eleitoral III

Quanto a divisão dos R$ 2 bilhões previsto, o PT é o partido que levará a maior fatia do “Bolo” com R$ 194,9 milhões, o PSL ficará com R$ 189,9 milhões e o MDB com R$ 153,4 milhões. Mas o destino nem sempre será o intencionado. O valor é destinado ao partido no âmbito federal que destina para os partidos nos estados e esse por sua vez envia para os municípios. Quanto a divisão, não existe uma regra em porcentagem ou qualquer cálculo de determine. Portando cada partido destina o valor que ele melhor achar para cada diretório.

Fundo eleitoral IV

A exemplo disso tivemos em SC quando o PV destinou 200 mil reais para a campanha do deputado estadual Ivan Naatz em 2018 e quanto aos demais candidatos do partido só receberam 5 mil reais cada. Outro exemplo disso foi a candidata do PSL a deputada estadual por Pernambuco Maria de Lourdes Paixão Santos, ela recebeu do Fundo Eleitoral 400 mil reais e foi alvo de investigação e teve que devolver R$ 380,3 mil e responder a um processo a qual acusava de ser “laranja”. No pleito ela só conseguiu 274 votos. Portando muitos partidos de cidades pequenas correm o risco de nem receber nenhum recurso ou tão pouco que não será suficiente para manter as portas abertas.

Salário mínimo

Começou a valer no dia 1º de janeiro o novo salário mínimo nacional, que agora é de R$ 1.039. O valor representa um aumento de 4,10% em comparação com os R$ 998 vigentes em 2019. Alguns estados adotam um piso regional, superior ao valor nacional, a exemplo disso é Santa Catarina que adota o seu próprio piso que em 2019 ficou definido em R$ 1.158. Para este ano ainda falta ser definido.

Aliança pelo Brasil

Bolsonaro conta com a ajuda de militares, policiais, bombeiros e empresários para coletar assinaturas para o Aliança pelo Brasil, seu novo partido. A sigla já ultrapassou os 20% do total de 500 mil exigidas pela Justiça Eleitoral. Mas o prazo para poder participar das eleições municipais deste ano é 20 de março. Falta pouco.

SC 108

Cansados pela demora nas obras de recuperação do Km 34 da SC 108, rodovia que liga as cidades do Vale do Itapocu ao Vale do Itajaí, populares organizaram um abaixo assinado com o intuito de pressionar o estado para a finalização do trecho. A obra iniciada em agosto de 2019, seis meses após o deslizamento, e prevista para finalizar em novembro, já está em sua segunda prorrogação. Entre as justificativas mal tempo, deslizamento e quantidade de material retirado. Até o momento já foram coletadas mais de 1800 assinaturas. Quer ajudar? Acesse o link:

https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/estado_de_santa_catarina_todos_pela_sc108_e_entorno_ilha_da_figueira_vila_freitas_e_figueirinha/?fMWLFdb

Horários

A prefeitura de Corupá manteve o horário de funcionamento reduzindo das 7h às 13h até o final deste mês de janeiro e incluindo os postos de saúde que também funcionaram nesse período em horário reduzido. A Câmara de Vereadores também manteve o horário reduzido pelo período. A primeira sessão acontecerá no dia 03 de fevereiro.

ETA

Assinada a ordem de serviço após a segunda quinzena de dezembro, teve início as obras de terraplanagem no local onde será contraída a nova Estação de Tratamento de Água de Corupá. Segundo o presidente da autarquia Renato Lira, será investido aproximadamente 2,5 milhões de reais e tem prazo previsto para concluso em outubro deste ano. A nova ETA terá capacidade para tratar 60 litros/segundos.

Eleição municipal

A classe política de todo o Brasil se agita e articulam para este ano, tudo por conta das eleições municipais nos mais de 5 mil municípios, no estado são 295. O primeiro turno será no dia 04 de outubro.

Eleição municipal II

Em julho, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto. No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Eleição municipal III

Timidamente pré-candidatos já vem mobilizando as suas bases para as convenções que definirão os nomes, tanto para o executivo como para o legislativo. O que apresentando é uma aproximação muito grande entre o MDB e o PP e até alguns integrantes do PSDB também tentam um namoro. Do outro lado o PSD e o PDT vem firme na aliança para as eleições em Corupá.

Eleição municipal IV

O prefeito João (PSD), já declarou aos quatro ventos que não será candidato, mas em contrapartida já vem anunciando o seu “substituto” o ex-vereador e médico Dr. Marcelo F. Gonçalves. Agora só faltaria indicar o vice que poderá sair do PDT entre os nomes estaria Adilson Oliveira, secretário de esporte, cultura e lazer. Outro nome que seria de muito agrado do prefeito seria do tucano Kutcha. Para vereador o PSD já teria alguns nomes definidos como: secretária de saúde Bernadete, da educação Rosane, entre outros.

Eleição municipal V

Do outro lado, temos o ex-prefeito Tamanini (MDB), que articula uma possível candidatura ao paço municipal. Em sua composição nomes do próprio partido poderia compor a vice, mas dentro do PP já trabalham para dispor uma opção a vice. O MDB também vem trabalhando forte para nomes a vereador que segundo o presidente Joney, já teriam uma lista de pré-candidatos.

Tudo articulado

Segundo um passarinho – próximo das autoridades – caso o ex-vereador e médico Dr. Marcelo F. Gonçalves (PSD) fosse o vitorioso nas eleições de outubro, um dos nomes para compor o primeiro escalão seria do prefeito João (PSD). Ainda segundo esse passarinho, entre uma bicada e outra no tratador, soltou, que até uma nova pasta poderia ser criada.

Tudo articulado II

O interesse para a manutenção do prefeito João a frente, seria para dar continuidade a alguns trabalhos e, também para conseguir recursos federais e estaduais para o município. É claro que tudo isso pode até ser especulações, mas as articulações já iniciaram a algum tempinho. Vamos aguardar!