Publicidade

Futebol: Juventus joga bem, mas tem jogador expulso e perde para o Avaí com gol nos acréscimos

Futebol: Juventus joga bem, mas tem jogador expulso e perde para o Avaí com gol nos acréscimos

O Juventus talvez tenha feito na tarde deste domingo (8), sua melhor atuação na Série A do Campeonato Catarinense.

Contra um dos grandes candidatos ao título, o Tricolor foi superior e criou as principais chances de gol no duelo contra o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Mas aquela velha máxima do futebol de ‘quem não faz, toma’ veio à tona da pior forma para a equipe de Jorginho, na partida válida pela oitava e penúltima rodada da primeira fase.

Após sair atrás do placar, deixar tudo igual e desperdiçar boas oportunidades da virada, o Moleque Travesso teve o volante Ronald expulso, aos 39 minutos da etapa final, e acabou sendo castigado ao sofrer o gol da derrota por 2 a 1, já nos acréscimos.

Rildo e Da Silva marcaram para os donos da casa, enquanto Mikael anotou o único tento do time jaraguaense.

“Ficamos tristes pelo resultado, porque fomos bem superiores ao adversário, mas pecamos e sofremos o segundo gol que foi fatal para o time”, declarou o meia Marllon.

“Fomos mais agudos e tivemos muito mais chances que eles (Avaí). Mas estamos errando muitos gols e infelizmente tropeçamos pela falta desses gols. Mais uma vez, fomos punidos”, lamentou o lateral Marcos Moser.

Como fica

Mesmo com o quinto jogo consecutivo sem vitória e com apenas um ponto conquistado nos últimos 15 disputados, o Juventus segue dependendo das próprias forças para se classificar às quartas de final e se livrar da luta contra o rebaixamento.

Em sétimo lugar, o Tricolor está com oito pontos, dois a mais em relação a Concórdia e Tubarão que estão na ‘zona do perigo’, e um a mais que a Chapecoense, primeiro time dentro do G-8.

Com isso, uma simples vitória na última rodada garante o Moleque Travesso no mata-mata. Já o Avaí pulou para vice-liderança, com 16 pontos, um a menos que o líder Brusque.

Próximos compromissos

A equipe de Jaraguá do Sul fecha sua participação na primeira fase, diante do Marcílio Dias no próximo domingo (15), às 16h, no estádio João Marcatto.

Os rivais diretos jogam no mesmo dia e horário. Tubarão e Chapecoense se enfrentam no Sul do Estado, enquanto o Concórdia joga em casa contra o próprio Avaí.

Primeiro tempo

O técnico Jorginho promoveu algumas mudanças na equipe. Sem o capitão Rogélio, suspenso, Rafael Zuchi fez a dupla de zaga com Felipe Gregório.

Já no meio-campo, Mikael entrou no lugar de Hildo, enquanto no ataque, sem Régis que pediu desligamento do clube, além de Denner e Fabinho, lesionados, o trio foi formado por Tulio Renan, Pablo e Itinga.

Com a bola rolando, o Avaí abriu o placar, logo aos 7 minutos, com um gol polêmico. Após lançamento de Wesley, o atacante Rildo saiu nas costas dos zagueiros, dominou com o braço e tocou por cima de Assis, mas o juiz não viu o toque e deu lance normal: 1 a 0.

A partir daí, o time da casa teve apenas alguns lampejos, enquanto o Juventus não se abalou com o gol sofrido e foi superior no restante da etapa inicial.

Itinga teve três boas oportunidades para empatar, mas em duas viu o goleiro Lucas Frigeri salvar o Leão da Ilha e outra finalizou na rede pelo lado de fora.

Além dele, Luiz Henrique levou muito perigo ao acertar a trave após boa tabela com Marllon pelo lado esquerdo.

De tanto insistir, o Tricolor conseguiu deixar tudo igual, aos 47. Em jogada pela direita, Marllon cruzou na medida para Mikael que se antecipou à saída de Frigeri e cabeceou firme para o fundo das redes, premiando o ótimo primeiro tempo da equipe jaraguaense.

Comemoração do gol de Mikael | Foto: Luana Lemke/Multimídia Comunicação

Segundo tempo

O Juventus voltou do intervalo com o mesmo ímpeto ofensivo e quase virou nos primeiros 10 minutos, com Túlio Renan e Pablo, mas Frigeri voltou a fazer intervenções importantes.

Aos 15, o técnico Jorginho precisou fazer a primeira alteração na equipe. Com problema muscular, Túlio Renan foi substituído por João Vitor.

Com o passar do tempo, a intensidade juventina diminuiu e o Avaí se fez mais presente no setor ofensivo. Mas bem postado defensivamente, o Tricolor não cedeu nenhuma chance clara ao adversário.

Lance do jogo | Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Aos 34, o experiente Anderson Pico, enfim, fez sua estreia pelo clube ao entrar no lugar de Pablo. Logo depois, Mikael sentiu câimbras e deixou o campo para entrada de Hildo.

E já reta final, um lance capital acabou mudando o rumo da partida.

Logo depois de Frigeri salvar os donos da casa após toque de letra de Itinga, o Leão partiu para o contra-ataque e Ronald fez falta por trás em Da Silva, levando o segundo amarelo e indo para o chuveiro mais cedo.

Com a desvantagem numérica, o Juventus colocou todos os jogadores no campo de defesa para segurar o empate.

Porém, o castigo veio nos acréscimos. Na base do abafa, o Avaí chegou ao gol da vitória, aos 46 minutos, quando Capa pegou sobra no lado esquerdo da grande área e achou Da Silva, que dominou e bateu de esquerda no canto, sem chances para Assis. Placar final: 2 a 1.

Ficha técnica: Avaí 2×1 Juventus

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 08/03/2020 (domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Arbitragem: Gustavo Baggio Ratti, auxiliado por Helton Nunes e Thiaggo Americano Labes
Público: 6.757 torcedores
Renda: R$ 96.992
Cartões amarelos: Rildo, Jean e Da Silva (Avaí);  Ronald (Juventus)
Cartões vermelhos: Ronald (Juventus)
Gols: Rildo, aos 7/1T, e Da Silva, aos 46/2T (Avaí); Mikael, aos 47/1T (Juventus)
Avaí: Lucas Frigeri; Lourenço, Betão, Airton e Capa; Jean, Wesley e Valdívia; Rildo (Da Silva), Jonathan (Gastón Rodrigues) e Kelvin (Vinícius Jaú). Técnico: Rodrigo Santana
Juventus: Assis; Marcos Moser, Rafael Zuchi, Felipe Gregório e Luiz Henrique; Mikael (Hildo), Ronald e Marllon; Túlio Renan (João Vitor), Pablo (Anderson Pico) e Itinga. Técnico: Jorginho


Resultados da 8ª rodada

Domingo (8)

  • Brusque 1×1 Concórdia
  • Avaí 2×1 Juventus
  • Marcílio Dias 0×0 Tubarão
  • Chapecoense 3×0 Joinville
  • Criciúma 0×0 Figueirense

Fonte: Avante Esportes! Lucas Pavin