Publicidade

Publicidade

BOCA LIVRE – 08/05/2020

BOCA LIVRE – 08/05/2020

Renúncia

O vereador Lairton H. Muller (MDB), confirmou a sua renúncia da presidência da Câmara de Vereadores, na sessão desta segunda-feira (04). Assumindo a cadeira até 31 de dezembro o vice vereador Sidnei M. Schwerdtner (PP). Segundo Muller, o comprometimento é pessoal e nunca aconteceu nenhum acordo político entre as partes. Fato demostra que a política não precisa e em deve ser de favores e sim de trabalhos para a comunidade tratando com respeito o dinheiro publico e demonstrado pela atual gestão da casa de Lei.

Redução dos salários

Aprovaram por unanimidade a proposta de redução dos salários dos vereadores e dos cargos comissionados da Câmara de Vereadores, de autoria do vereador Felipe Rodrigues do PSDB. A proposta prevê a redução de 20% para os cargos comissionados da casa de leis e de 40% para o presidente, pelo período de 03 meses. A economia gerada girará em torno de 30 mil reais e será destinada para o combate ao coronavírus no município.

Prefeito revoga diminuição de salários

Em contrário a Câmara, o Prefeito João Gottardi (PSD), que tinha anunciado e se lambuzado com a notícia do corte de 25% do seu salário e do vice e de mais 48 cargos comissionados no dia 06 de abril, voltou atrás e revogou o decreto nesta segunda-feira (04). Na época o valor de 128 mil reais que geraria com o carte dos salários pelo período de 03 meses, seria empenhado ao combate do coronavírus no município.

Prefeito revoga diminuição de salários II

Um passarinho comentou que o parecer jurídico da Amvali – Associação dos Municípios da Vale do Itapocu, informou a inconstitucionalidade, juntamente com um parecer do Ministério Público do estado. Baseado nas informações o decreto foi revogado. Apesar da notícia, servidores teriam se reunidos e arrecadados cestas para serem doadas as Assistência Social do município para serem doadas a famílias necessitadas.

Desabafo

O vereador Lairton H. Muller (MDB), desabafou em seu discurso na tribuna livre na sessão desta segunda-feira (04), a respeito de umas pessoas estarem espalhando notícias sobre os gastos com publicidade da casa de leis. Segundo o vereador estariam acusando o vereador de gastos excessivos e que são infundáveis pois a atual mesa gastou 122 mil reais o valor previsto de 240 mil reais. E ainda ressaltou que a atual mesa teria devolvido para a prefeitura o valor de 303 mil reais referente a economias geradas em 2019.

CPI dos respiradores

O Governo do estado não está tendo umas semanas muito fácil. Nesta terça-feira (05) foi instalada a comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina que vai investigar as supostas irregularidades cometidas na compra de 200 respiradores artificiais pela Secretaria de Estado da Saúde. Foram indicados nove deputados para a comissão: Moacir Sopelsa (MDB), Valdir Cobalchini (MDB), Felipe Estevão (PSL), Sargento Lima (PSL) é o presidente, João Amin (PP), Milton Hobus (PSD), Marcos Vieira (PSDB), Fabiano da Luz (PT) e Ivan Naatz (PL).

CPI dos respiradores II

O objeto da investigação será a compra com dispensa de licitação, pelo valor de R$ 33 milhões, de 200 respiradores artificiais da empresa Veigamed, do Rio de Janeiro. Conforme reportagem do The Intercept Brasil, o governo catarinense já pagou pelos aparelhos, mas a Veigamed ainda não os entregou. Além disso, os ventiladores que serão entregues teriam configuração inferior à que foi negociada inicialmente entre o Estado e a Veigamed. A reportagem aponta, também, falta de expertise da empresa na comercialização dos respiradores e suposto superfaturamento na compra.

CPI dos respiradores III

Uma ação popular do deputado estadual, Bruno Souza (Novo), a justiça bloqueou os valores que estão na conta da empresa Veigamed, de Nilópolis, no Rio de Janeiro, responsável pela venda de 200 respiradores ao Governo de Santa Catarina, que ainda não foram entregues. Dos R$ 33 milhões pagos de forma antecipada pelo Governo, foram encontrados apenas R$ 483,170,05 em uma conta e, R$ 49,29 em outra.

Se sentido vazio!

Outro dia um passarinho comentou que o tal dono da Carruagem Branca estaria sentido um vazio, principalmente nas sexta-feira, quando o JDC está a disposição no comercio de Corupá e Jaraguá do Sul. Sim, esse colunista a algumas edições não tem relatado seus tropeços, uma também pela quarentena que tem deixado muitos “isolados”. Mas sempre tem novidades que muitas vezes precisamos guarda-las para momento oportuno.

Indicação

Apesar do “isolamento” devidos a pandemia do coronavírus o tal dono da Carruagem Branca tem atuado – imagino pelo zap zap – e bastante. Segundo esse mesmo passarinho o “todo poderoso” teria indicado o suplente de vereador na eleição de 2016 Celso Odiges (PSDB), para ocupar o cargo de Diretor de Obras e Infraestrutura do município. O pedido estaria na mesa do prefeito aguardando a decisão. Odiges tem uma oficina mecânica no município e também já foi presidente do Bananalama.

Novo secretário?

Outra indicação do “todo poderoso”, o tal dono da Carruagem Branca, seria para a secretaria de administração e fazenda do município – diga de passagem o convite é insistente – e o nome é de muito agrado do prefeito João (PSD), mas o tal está irredutível ao convite. Ficou curioso quem é? Só posso revelar que já foi secretário nas duas gestões do prefeito Tamanini.

Sessões presenciais

A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul retoma as sessões ordinárias presenciais a partir da próxima terça-feira (12), em seu horário regimental às 17h. Segundo a presidência do Legislativo continuará tomando todos os cuidados e seguindo as recomendações repassadas pelas autoridades de saúde quanto às medidas de prevenção ao novo coronavírus. As sessões continuarão sem público, somente com a presença dos vereadores e pessoas ligadas diretamente ao andamento das mesmas. As sessões ocorrem de forma extraordinária desde o dia 18 de março, e virtuais desde 26 de março.

“Casa de ferreiro espeto de pau”

Já dizia o ditado! Em Corupá esse ditado cai muito bem, principalmente quando incentiva o consumidor fazer suas compras no comercio da cidade. Quem mais incentiva é a primeira a investir fora da cidade, principalmente com seus outdoors estampando as cores de sua Campanha. Ou é só esse veículo que foi excluído de suas campanhas? Infelizmente é assim em Corupá, cidade onde alguns ignoram os profissionais do município!

Sítio em Atibaia

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu, quarta-feira (6), por unanimidade, manter a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 17 anos de prisão no caso do sítio em Atibaia (SP). Por meio de julgamento virtual, os desembargadores negaram recurso protocolado pela defesa. O ex-presidente ainda pode recorrer em liberdade. 

Sítio em Atibaia II

Em novembro do ano passado, o colegiado aumentou a pena de Lula de 12 anos e 11 meses para 17 anos, 1 mês e 10 dias de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Foi a segunda condenação do ex-presidente na Operação Lava Jato. A primeira se deu no caso do tríplex no Guarujá (SP). De acordo com a sentença da primeira instância, Lula recebeu vantagens indevidas das empreiteiras Odebrecht e OAS por meio da reforma do sítio em Atibaia que costumava frequentar com a família.

Sítio em Atibaia III

A obra teria custado mais de R$ 1 milhão, e o dinheiro teria sido descontado de propinas devidas pelas empresas em troca de favorecimento ilícito em contratos com Petrobras, segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que foi acolhida pela juíza Gabriela Hardt.