Publicidade

Publicidade

Associação Hamburguense de Colonização

A Associação Hamburguense de Colonização de 1849 foi a primeira a atuar no Brasil, adquirindo terras em Santa Catarina. Mas devido ao número muito pequeno de imigrantes, a sociedade sempre trabalhou com prejuízos. Devido a isso houve o desmembramento da sociedade fundando-se a Sociedade Hanseática de Colonização.

Grande era o interesse da Alemanha para com a Imigração para o Sul do Brasil, mas longe de interesses na possível anexação política.

Nascia no governo alemão uma iniciativa de incentivar a imigração a fim de fortalecer o mercado de suas exportações. Assim, com a lei de imigração criada em 1897 e com a concessão, para a Sociedade Hanseática de Colonização, atuar na colonização de Santa Catarina, foi lhes permitido fazer propaganda de imigração que até então era proibida.

Pela permissão de levar emigrantes, a Sociedade teve de comprometer-se a levá-los até o seu destino, trazê-los gratuitamente de volta caso não gostassem ou tivessem adquirido doenças, teriam que adiantar dinheiro e fornecer alimentos, dar abrigo aos imigrantes até serem construídas as suas casas, prestar assistência médica, alem de erguer escolas e igrejas nos terrenos cedidos gratuitamente.

As principais regras, não se podia imigrar com uma rota de navegação que não fosse alemã, não podiam imigrar para os estados que custeavam as passagens de varias outras obrigações e deveres dos imigrantes.

Por: Valério Paholski – Escritor – valeriopaholski@gmail.com