Publicidade

Publicidade

SEM PRETENDER BATER SEU RECORDE, SUPER BANANALAMA ABRIU OFICIALMENTE A SUA VERSÃO 2018

SEM PRETENDER BATER SEU RECORDE, SUPER BANANALAMA ABRIU OFICIALMENTE A SUA VERSÃO 2018

Lançamento oficial do evento reuniu mais de duzentas pessoas no Seminário

A noite da última sexta-feira (08) levou mais de duzentas pessoas, entre empresários, políticos, trilheiros, amigos e adeptos do esporte que, juntos com a “Família Bananalama”, como gostam de ser chamados os associados do Clube, prestigiarem o lançamento oficial da festa que nesta sua 12ª edição recebe o nome de Super Bananalama.

Segundo o presidente do clube, o empresário Mauricio Siqueira, (o Xixo), a escolha do nome foi bem pensada e contempla a ideia de desvincular a busca pelos recordes e focar em evento com maior proporção como um todo, “o título de Maior Encontro de Trilheiros do Mundo já é nosso e continuará a ser, então vamos tentar melhorar o evento e transformá-lo não apenas numa referência para os amantes de motocross mas, também em momento de lazer para estes atletas e seus familiares” explicou Xixo.

Atrações do Super Bananalama

“Uma das novidades deste ano é a Expo-Bananalama, onde mais de trinta expositores devem fomentar ainda mais a festa, oferecendo toda uma gama de produtos e serviços para os trilheiros e visitantes”, ponderou o presidente, que prosseguiu “sabemos do momento difícil que a economia do Brasil vem atravessando, mas isso não muda o nosso otimismo e a expectativa é de que superemos três mil motos”.

O evento está mantido no Seminário Sagrado Coração de Jesus, o único espaço que comporta um evento deste porte e de lá partirão as motos e os quadris que enfrentarão cada um a sua trilha. Enquanto os quadris e UTV’s largam as 09h e enfrentam uma trilha com 70km, no lado oposto as motos largam as 09h:30 para cumprir 60km de trilha.

Sempre preocupados com a segurança do evento, o diretor de trilha, Edinei Mokwa, explica que as trilhas terão a cobertura de quinze jeep’s, cada um com um bombeiro/socorrista, além de permanecerem em sobreaviso bombeiros dos municípios vizinhos e os helicópteros da Polícia Militar e dos Bombeiros. Sobre este item o presidente dos Bombeiros Voluntários de Corupá, Christiam Herrmann, já solicitou reforço às guarnições vizinhas que, a exemplo de anos anteriores, deslocarão guarnições para Corupá, e auxiliarão na cobertura do evento.

Ainda sobre o quesito segurança, o comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, tenente-Coronel Gildo Martins de Andrade Filho garantiu reforço policial, contando com apoio de Joinville e assegurando o aumento do contingente em Corupá, a vinda da Rocam, da cavalaria e do Canil.

Shows e sorteio serão atrações garantidas

Além do lado esportivo do encontro, a organização terceirizou a parte de shows e com isso, além do espetáculo radical da Pro Tork, tem os shows artísticos que nesta edição contará com entrada franca para os dias cinco, seis e oito, quando se apresentam Sorriso Lindo, Nando & Léo, Gabriel Valim e a dupla Teodoro & Sampaio, sendo cobrado o acesso apenas no sábado, dia sete, quando sobem ao palco Israel Lucero e a dupla João Neto e Frederico.

Contando com o patrocínio da Honda, Pro Tork, Can Am, Rinaldi, Kg Motos e Borilli, além do aporte financeiro de cinquenta mil reais conseguido pelo deputado Carlos Chiodini(MDB), junto à Santur-Santa Catarina Turismo, no evento deste ano serão sorteadas dez motos Honda CRF-230 e um quadricíclo Can Am Maverick Trail, para os trilheiros que se inscreverem antecipadamente, e cinco Honda CRF-230 para os inscritos no dia do evento.

A ponte da discórdia

Uma das preocupações da organização do Super Bananalama é quanto a ponte montada na edição anterior para facilitar a saída do público. A sua montagem permitiu que o acesso do público fosse feito em mão única de tráfego, entrando pela rua Padre Gabriel Lux, e saindo pela ponte de ligação com a rua Francisco Mees, atrás do prédio novo da prefeitura municipal. O problema é que a montagem desta ponte não atendeu as exigências ambientais e foi denunciada ao Ministério Público. No evento de lançamento do Super Bananalama, questionado a respeito, o prefeito de Corupá, Sr. João Carlos Gottardi respondeu que a prefeitura está respondendo aos processos perante o Ministério Público, ao mesmo tempo em que faz a tramitação das licenças necessárias para que seja garantida a manutenção da ponte.