Publicidade

Publicidade

Prefeitura e ANVFEB realizam solenidade em homenagem aos expedicionários

Prefeitura e ANVFEB realizam solenidade em homenagem aos expedicionários

A Prefeitura de Corupá, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, junto com a Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira (ANVFEB), realizaram no sábado (23) a solenidade em homenagem aos Expedicionários que marcou os 74 anos da vitória dos soldados da FEB na tomada de Monte Castelo. O evento foi na Praça dos Expedicionários, que fica na Rua Jorge Lacerda, no Centro.  

Estiveram presentes na solenidade: o Prefeito de Corupá João Carlos Gottardi, o  vice-prefeito Arno Neuber, o sub-tenente 62º Batalhão de Infantaria de Joinville Orlando Setti,  secretário da ANVFEB Ivo Kretzer,  sargento veterano Sebastião Menott Nunes, tenente coronel 14º Batalhão da Polícia Militar de Jaraguá do Sul Marcio Leandro Reisdofer, presidente da Câmara de Vereadores de Corupá Lairton Hartmann Muller, secretária Municipal de Educação e Cultura Rosane Martini Berti, comandante do Destacamento da Polícia Militar de Corupá Sérgio Pádia da Rosa, além de vereadores, parentes e amigos de pracinhas de Corupá e região. O veterano Walter Carlos Hertel, residente em Jaraguá do Sul, é o único pracinha da região ainda vivo e durante cerimônia foi homenageado. 

Sobre a batalha 

A Batalha de Monte Castelo foi travada ao final da 2ª Guerra Mundial, entre as tropas aliadas e as forças do Exército Alemão, que tentavam conter o seu avanço no Norte da Itália. 

Os americanos, que já se encontravam instalados nas proximidades, não estavam conseguindo desmantelar essa ocupação alemã, passaram então as ações de combates para os brasileiros em meio a neve e lama. Foram cinco tentativas de ataques, quatro delas frustradas.

Os confrontos tiveram início em 24 de novembro de 1944, terminando com a sofrida conquista em 21 de fevereiro do ano seguinte, deixando um saldo de 150 baixas, dentre esses 34 brasileiros mortos.

Desde a convocação dos Pracinhas para a 2ª Guerra Mundial até os dias atuais, residiam na região do vale do Itapocu aproximadamente 95 expedicionários, sendo que atualmente apenas um destes ainda está vivo, o veterano Walter Carlos Hertel, residente em Jaraguá do Sul.

Assessoria Imprensa / Prefeitura Corupá

Foto: Douglas de Oliveira

Texto: Áurea J. Arendartchuk