Publicidade

Publicidade

O ORÇAMENTO NÃO É DOS MAIORES, O JEITO É TIRAR COELHO DA CARTOLA

O ORÇAMENTO NÃO É DOS MAIORES, O JEITO É TIRAR COELHO DA CARTOLA

Com este sentimento, conversamos com Juliano Millnitz que acumula as funções de secretário de turismo, esporte e lazer e secretário de infraestrutura, tendo conseguido reduzir consideravelmente o índice de insatisfação da população que, se não vê seus pleitos atendidos, ao menos recebe uma explicação e um retorno aos seus pedidos.

Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer

Inicialmente conversamos sobre a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, pasta que administra desde o início da atual gestão.

Juliano lembrou o calendário dos eventos esportivos que o Jornal de Corupá já divulgou e enfatizou os que ele julga mais importantes para a cidade, como o Bike Meeting Brasil – Etapa Corupá (evento do Consórcio Quiriri), Bananalama, Trilhão do Jeep Clube, Trilhão do Chave 13, que acontece neste domingo(10), Festival de Escalada do Braço Esquerdo, evento de remo com o pessoal do Clube Kentucky, o Desafio do Garrafão, campeonato de Futebol Americano – Flag, além dos torneios tradicionais como futsal, vôlei, e bocha, entre outros. Um ponto que foi destacado é sobre o novo design das medalhas que serão distribuídas neste ano, se em 2018 foi usado cacheira e bananicultura, neste ano será a vez do Seminário e orquídeas. Dentre as previsões para este ano está a intenção de aumentar a participação de Corupá nos Jogos Abertos de SC, inclusive nos ParaJasc.

Outros pontos que receberão atenção da secretaria serão a reforma da quadra do ginásio de esportes e a pista de skate, que a prefeitura vai reformar por si, uma vez que a empresa responsável pela obra não está sendo encontrada para cumprir a garantia.

Sobre o turismo Juliano esclarece que o papel da secretaria é fomentar o turismo e os pontos turísticos da cidade, mas a divulgação de restaurantes, hotéis, pousadas, etc é responsabilidade de seus proprietários. Neste segmento a expectativa é grande, estando previstos o Portal de acesso à cidade, com informações turísticas, o Parque das Famílias, a Praça do Marco Zero, sinalização dos pontos da cidade facilitando a localização do turista.

Falando sobre o lazer Juliano considera fundamental o levantamento da real utilização das áreas de lazer pois diversos não estão sendo utilizados, mas devem receber manutenção da prefeitura, consumindo recursos humanos e financeiros. Um local que receberá um tratamento especial será o da área de lazer da Domingos Salvador que será transformada num parque multiuso com espaço para ciclismo, ginástica, parquinho, entre outros.

A menina dos olhos é o Parque das Famílias que está sendo carinhosamente sendo preparado para ser o ponto de reunião das famílias e prática de exercícios como caminhada num espaço aprazível.

Secretaria de Infraestrutura

Contando com aproximadamente sessenta servidores, Juliano vem provando que mesmo com dificuldades de recursos, de maquinários e equipamentos é possível suprir as expectativas da população.

“A situação atual não permite erros ou excessos e é fundamental a parceria e cumplicidade que encontrei na secretaria, permitindo a montagem de uma equipe onde todos pegam no pesado e fazem a coisa acontecer”, explica Juliano.

Uma prova disso é a situação dos cemitérios públicos e o secretário explica que são dois funcionários que respondem pela manutenção dos locais, incluindo roçada das alamedas, limpeza dos espaços, feitura de covas, entre outras funções. Isso apenas no cemitério municipal. “Restam muito poucos espaços para sepultamento e se nada acontecer muito em breve não teremos como executar o serviço”, explica o secretário, e pede “seria fundamental se os túmulos antigos recebessem autorização dos familiares para remoção das ossadas, ou que acontecesse a verticalização das sepulturas, algo precisa ser feito”.

Para atender aproximadamente seiscentos quilômetros de estradas e ruas de Corupá, a frota da secretaria hoje é formada dois caminhões truck, dois toco, um caminhão 608 na manutenção de pontes, um Agrale manutenção de jardins e transporte de pessoal, duas patrolas, duas PC’s, duas retroescavadeiras, um rolo compactador, um caminhão pipa, a carreta para transporte dos equipamentos e um comboio, usado para transporte de combustível, além de um trator esteira e outro com pneu. A expectativa é que a secretaria receba mais uma patrola e outra retroescavadeira, vendendo uma das atuais, além de uma BobCat completa.

Outra intenção é fazer um mapa grande da cidade, marcando as necessidades de cada bairro e fazendo mutirão para execução de manutenção programada em cada um. Além disso Juliano pretende reativar os programas Corupá em Ação e Porteira a Dentro, mas não sem antes promover uma revisão rigorosa na legislação pertinente e divulgar as ações de cada um dos programas para acompanhamento pela população.

Um ponto que Juliano faz questão de registrar é a parceria que tem encontrado com os servidores que a exemplo dele, arregaçam as mangas mesmo não sendo suas atividades. “A secretaria de obras é uma secretaria que desde sempre foi usada com fins eleitoreiros, levando material e prestando serviços, e evitando que uma negativa provocasse perda de votos”. Juliano encerra nossa entrevista dizendo que não descarta a possibilidade de vir a ser candidato “se eu não posso atender o morador eu digo NÃO, a meu ver ou o servidor tem seriedade e comprometimento com a coisa pública ou desiste de ocupar o cargo. Eu sou corupaense de nascença, tenho família aqui e não pretendo ir embora, não abro mão de andar de cabeça erguida, olhando as pessoas nos olhos, sem medo de sofrer qualquer tipo de acusação, a não ser o de ser sincero e realista.”.

Na próxima semana traremos a secretaria de administração.