Publicidade

Inscrições para o Fies começam na próxima terça-feira (28)

Inscrições para o Fies começam na próxima terça-feira (28)

Segundo o cronograma divulgado as inscrições para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil, poderão ser realizadas a partir da próxima terça-feira(28) e seguem até sexta-feira, 31 de julho, na página fies.mec.gov.br. O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. O período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será do dia 4 até 6 de agosto. 

A alteração no cronograma do Fies se deu após o Ministério da Educação (MEC) identificar inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior. Com essa medida, a atual gestão do MEC assegurará a lisura e a transparência do processo seletivo. 

Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera. Portanto, diferente dos processos seletivos do Sisu e do Prouni, para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse. O prazo de convocação por meio da lista de espera é do dia 4 até às 23h59 de 31 de agosto. 

Requisitos

Pode se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que tenha participado do Enem, a partir da edição de 2010, e que tenha obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, e nota superior a zero na redação. Também é necessário possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos. 

Conheça o Novo FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC), instituído pela Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior não gratuitas aderentes ao programa.

O novo FIES divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato, fazendo com que ele comece a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda, e fazendo com que os encargos a serem pagos diminuam consideravelmente Também traz melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa e viabilizando um acesso mais amplo ao ensino superior.