Publicidade

Combate ao coronavírus – Deputada Geovania soma força aos hospitais catarinenses

Combate ao coronavírus – Deputada Geovania soma força aos hospitais catarinenses

Procurada pela Associação de Hospitais de Santa Catarina (Ahesc), a deputada federal Geovania de Sá (PSDB) fez questão de participar da audiência virtual dos prefeitos da Amrec, Amesc e Amurel e de deputados estaduais representantes das regiões com o secretário da saúde do Estado, André Motta Ribeiro.

O debate on-line questionou qual será o apoio da secretaria às medidas de combate ao coronavírus, que já estão sendo intensificadas no sul catarinense devido ao alarmante e crescente número de casos da Covid-19.

Então, Geovania aproveitou a oportunidade para questionar sobre o recurso de mais de R$ 56 milhões que o Fundo Nacional de Saúde já transferiu ao Fundo Estadual nos dias 25 de maio e três de junho, respectivamente, mas que, no entanto, nenhum hospital de gestão estadual recebeu os valores.

A parlamentar explica que, de acordo com as portarias que dispõem sobre o auxílio financeiro emergencial às santas casas e aos hospitais filantrópicos sem fins lucrativos, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS), fica estabelecido o prazo de cinco dias úteis, a contar do recebimento de cada parcela pelos Fundos Estaduais, Distrital e Municipais de Saúde, para que os gestores locais efetuem o pagamento do auxílio financeiro emergencial aos estabelecimentos de saúde.

O presidente da Ahesc, Altamiro Bittencourt, destaca o posicionamento firme da deputada Geovania, que já exerceu o papel de secretária de saúde da cidade de Criciúma. “Ela entende a demanda da rede filantrópica, sabe do trabalho realizado e o quanto é importante para a população. Estamos até agora esperando uma resposta do secretário Ribeiro”, lamenta Altamiro.

Questionada sobre o próximo passo, a parlamentar relata que já está marcando audiência com o Ministério da Saúde. “E não podemos esperar muito para dar celeridade ao processo de repasse deste recurso por parte do Fundo Estadual. Cada dia perdido significa mais sofrimento para as famílias catarinenses”, finaliza a deputada.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Gabinete da Deputada